O charme da cama japonesa

Os japoneses acreditam que dormir próximo ao chão faz com que a terra absorva as nossas energias e as renove. Isso acaba interferindo na qualidade do sono, deixando-o mais tranquilo e revigorante.

  • cama japonesa01
  • cama japonesa01
  • cama japonesa01

A cama japonesa é um móvel típico da decoração minimalista oriental, e sua principal característica é a altura baixa.

O modelo tradicional utilizado no Japão não possui pés, a cama é composta apenas por um colchão estilo futon posicionado sobre uma placa de madeira, esteira ou tatame, que ficam no chão. Porém, atualmente, já existem muitas releituras mais modernas deste tipo de cama, com materiais, cores, tamanhos, alturas e colchões variados.

A cama japonesa aqui no ocidente é sempre procurada por quem gosta de um estilo mais clean, moderno e minimalista de decoração e como a cama estilo japonesa passou por algumas adaptações .

 

Vantagens

  • Amplia o ambiente: por ser mais baixa, a cama japonesa dá a sensação de um espaço maior, o que a torna uma boa alternativa para quartos pequenos. Além disso, dependendo da base e do colchão escolhidos, ainda é possível enrolar e guardar no armário após a utilização.
  • Econômica: este tipo de cama pode ser uma opção mais econômica em relação às nossas camas convencionais, se você escolher os modelos mais básicos. Também é possível fazer com pallets, o que torna o projeto ainda mais barato e sustentável.
  • Versátil: a cama japonesa é super versátil e combina muito bem com diferentes estilos de decoração. Existem diversos modelos, e você pode montá-los de acordo com o seu gosto.
  • Variedade de colchões: como a cama japonesa é apenas uma base, ela permite escolher diferentes modelos ou tipos de colchões. Podem ser os de tamanho maior, os mais finos, com molas, estilo futon, entre outros.
  • Benefícios à saúde: para os japoneses, o design mais reto e a altura baixa da cama ajudam a melhorar a circulação sanguínea, a manter uma postura correta e ainda promovem um maior relaxamento muscular. Mas, nesse caso, tem que ser o modelo tradicional japonês, incluindo o tipo de colchão, que é mais durinho.
  • Multifuncional: a cama japonesa acaba se tornando um móvel multifuncional, pois também pode ser utilizada para outros fins, como prateleira, por exemplo. Ela também pode receber gavetas que ajudam a organizar sapatos, roupas de cama, livros, etc.

Detalhes